Operação Palmares: mais de 1.600 atendimentos foram realizados na cidade de Quebrangulo/AL
Operação Palmares: mais de 1.600 atendimentos foram realizados na cidade de Quebrangulo/AL
Segunda-Feira - 01 de outubro de 2018

Alunos e professores da FHO que integraram a Operação Palmares, do Projeto Rondon, realizaram mais de 1.600 atendimentos, oficinas, palestras, capacitações e atividades culturais em Quebrangulo - Alagoas! Esta edição do Rondon reuniu 250 voluntários, de 20 instituições de ensino superior em 12 municípios do estado, impactando mais de 24 mil pessoas diretamente.

Foram 17 dias de trabalho, em parceria com a equipe da Univel (Centro Universitário de Cascavel), quando foram realizadas atividades sobre: "Recursos Naturais no Artesanato", "Atividades com as crianças", "Exercícios Terapêuticos para Idosos", "Drogas", "Sexualidade, Métodos Contraceptivos e ISTs", "Aplicação de novos métodos de ensino para professores", "Prevenção contra violência da mulher e da criança", "Nutrição e aproveitamento integral de alimentos", entre outras.

Quebrangulo, também chamada de Veneza alagoana, é um município do norte de Alagoas, com cerca de 12.000 habitantes (2007), fundado em 1872. Tanto na zona rural quanto na zona urbana, as atividades tiveram como objetivo levar conhecimento e identificar as lideranças, a fim de que o processo de conscientização e, muitas vezes, de mudança de hábitos, seja continuado pelos moradores que têm influência na comunidade.

Depoimento dos rondonistas da FHO

"O Rondon foi, definitivamente, a melhor experiência de toda a minha vida. Hoje, a frase: "cada um tem o Rondon que merece" faz todo o sentido, pois a FHO e a Univel se tornaram uma família, que estava destinada a estar junta naquela cidade, com aquelas pessoas. Cada um dos Rondonistas (alunos e professores) me marcaram de uma forma particular da qual eu jamais vou esquecer. Sou eternamente grata por ter vivido tudo isso! Não existem palavras que possam descrever a sensação. É simplesmente incrível! "
Julia Fonseca Cerri, aluna de Enfermagem

"Participar do projeto foi um sonho que se tornou realidade, mas as expectativas que eu levei comigo foram ultrapassadas logo no primeiro dia. Conhecer pessoas tão especiais, que distribuem sorrisos só pelo fato de estarmos lá, me marcou muito. No início eu pensava que levaríamos coisas que eles já sabiam, mas o projeto foi muito além disso.  Acho que levamos coisas novas e a reflexão sobre o futuro. Em várias capacitações eu ouvia de algumas pessoas que não levamos apenas conhecimento, que levamos esperança. Mal sabiam eles que eles também nos davam esperança. Em um país cheio de problemas, onde geralmente não vemos muita saída e sempre encontramos pessoas que reclamam de sua condição, encontramos em uma cidadezinha do Agreste pessoas que estão felizes pelo simples fato de levantarem da cama e que esperam sempre um amanhã melhor. Isso me revolucionou por dentro, me fez querer a ver a vida como eles veem. Também me emociona saber que as coisas que levamos daqui refletiram neles, seja nas oficinas de artesanato e produção de sabão, que podem se tornar uma fonte de renda para alguns deles, ou nos jovens, que estão refletindo mais sobre ter filhos na hora certa e evitar as ISTs. Sabemos que formamos multiplicadores e que nossas sementes foram plantadas e podem melhorar a vida de alguém. O Rondon para mim foi uma lição de amor, empatia, alegria e esperança, e hoje acho que todos deveriam ser rondonistas e vivenciarem isso. Além disso, agradeço profundamente por ter te conhecido o Prof. Zorel, que com certeza mudou minha vida e da equipe. E ter uma professora como a Naty também foi sensacional, o apoio e carinho que ela teve com o projeto foi uma inspiração".
Agenor Fusco dos Santos, aluno de Ciências Contábeis.

"Participar do projeto Rondon é incrível, ele nos dá à oportunidade de conhecer uma nova realidade, culturas e pessoas diferentes. Nossa maior lição é aprender a valorizar as coisas simples, o que realmente tem importância, e a olhar com o coração. É ser humano, estender a mão e também ser ajudado. Aprendemos que para ser feliz, não é preciso muito. Quando chegamos ao local somos recebidos pelas pessoas com abraços e carinho. Pessoas calorosas e cheias de amor! Poder sentir isso é gratificante demais. É indescritível. Foram muitas experiências e lições de vida e voltamos completamente transformados e cheios de esperança e amor no coração, com a certeza de que estamos aqui para servir, buscando maneiras de ajudar as pessoas ao nosso redor e nos tornando mais humanos e melhores. De que vale uma vida egocêntrica e sem amor, quando podemos fazer muito por alguém, estender a nossa mão e ouvir essas pessoas? O ato de ajudar é gratificante demais. O Rondon nos permite enxergar com o coração, ver que o essencial é realmente invisível aos olhos, conseguindo valorizar as coisas simples e leves da vida, e somos transformados com uma verdadeira lição de vida e cidadania".
Amanda Barreto Mourão, aluna de Fisioterapia

Acompanhe nas Redes Sociais

Com quem você deseja falar?

Fundação Hermínio Ometto

Av. Dr. Maximiliano Baruto, 500

Jd. Universitário | Araras - SP

CEP: 13607-339

(19) 3543-1400

Clima em Araras

Terça-feira
31°C
20°C
Chuva: 0 % (0 mm)

Como Chegar