Enquanto o preço da Cesta Básica em São Paulo apresenta ligeira queda, no município de Araras ele aumenta em 0,16%
Enquanto o preço da Cesta Básica em São Paulo apresenta ligeira queda, no município de Araras ele aumenta em 0,16%
Quinta-Feira - 17 de novembro de 2011

São Paulo: Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) registra queda de 0,08% no preço da cesta básica em outubro. Enquanto no mês anterior os paulistanos pagaram R$266,97 para comprar os produtos tidos como essenciais; outubro deu uma ligeira folga para os bolsos dos consumidores, reduzindo um pequeno percentual no valor das cestas.

Segundo o Dieese, durante o ano, a cesta básica acumula alta de 0,69% e, em 12 meses, a elevação já é de 5,19%, deixando a cesta paulistana na segunda colocação do ranking das mais caras do país.

No município de Araras, diferente da capital, a cesta básica apresentou alta de 0,16%, somando R$231,64 para o mês de outubro. "Se comparado ao custo da cesta na cidade de São Paulo, o custo da nossa apresentou-se 13,23% mais baixo (R$231,64 em Araras X R$266,07 em SP). Isto pode ser considerado um indicativo de que o custo de vida no município de Araras é mais baixo do que o custo de vida na capital do Estado", esclarecem o Coordenador Luiz Eduardo Gaio e o Professor e economista Marcelo J. Carrer, ambos do curso de Administração da FHO|Uniararas.

O que chama a atenção nas variações de valores de um mês para o outro é a alta de alguns produtos, tanto na capital quanto no nosso município. Por exemplo, a banana, que apresentou 50,33% de alta em Araras, enquanto que em São Paulo aumentou 0,80%. Já a batata, teve alta de 44,44% aqui e em São Paulo apresentou queda de 0,60%. Em contrapartida, a carne ararense apresentou queda de valores, sendo em setembro calculada em R$93,67 e em outubro R$90,29, já em São Paulo, demonstrou o oposto, aumentando 1,01% de um mês para outro.

Trazendo para a realidade salarial do cidadão ararense, nossos professores e alunos calcularam a quantidade de horas que um trabalhador que recebe o mínimo aqui no Município precisou trabalhar para comprar sua cesta básica. Embasados no salário mínimo vigente (R$545,00), na jornada de trabalho (220 horas/mês) e no valor da cesta básica em outubro (R$231,64), puderam perceber que "um trabalhador ararense remunerado pelo mínimo trabalhou 93 horas e 31 minutos para adquirir uma cesta básica, o que representa 42,5% do valor do salário mínimo em outubro", explicaram Luiz Eduardo e Marcelo Carrer.

Todos os meses, nossos professores disponibilizam esse relatório de custos da cesta básica de Araras e a compara com a análise do Dieese feita na capital. Um bom parâmetro para calcular gastos e para nossos dirigentes identificarem possíveis melhorias. Parabéns aos docentes e alunos por essa excelente iniciativa.

Acompanhe nas Redes Sociais

Com quem você deseja falar?

Fundação Hermínio Ometto

Av. Dr. Maximiliano Baruto, 500

Jd. Universitário | Araras - SP

CEP: 13607-339

(19) 3543-1400

Clima em Araras

Quinta-feira
32°C
21°C
Chuva: 90% (15 mm)

Como Chegar